Bens abandonados podem se tornar focos de proliferação do mosquito da dengue, segundo presidente do Detran.

Em uma ação que visa não só o uso de espaços públicos como também saúde à população goiana, a Patrulha Detran já retirou 129 veículos e sucatas do estado de Goiás. Lançada no dia 15 de janeiro, a ideia é expandir a atuação para o interior do estado, sem aviso prévio.

Em Crixás, a 324 km de Goiânia, foram 20 carcaças em uma única praça da cidade. Em Silvânia, a 86 km da capital, a equipe registrou 29 denúncias e, deste número, 21 foram atendidas.

De acordo com o presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), Delegado Waldir, alguns proprietários, devidamente informados sobre a ação, retiraram os próprios veículos.

Um dos carros, inclusive, estava no local há 15 anos e se tornou um foco de proliferação do mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, chikungunya e zika.

“As carcaças e veículos abandonados, em razão das chuvas, podem se transformar em local propício para o mosquito se alastrar. Somos parceiros na luta contra a dengue. E o trabalho da Patrulha Detran não para”, disse o presidente.

Já outro veículo era utilizado como esconderijo para dependente químicos. Vale ressaltar que os bens não regularizados podem ir a leilão.

Foto: Divulgação/Detran-GO
Jornalismo Portal Panorama

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE