Menor desaparecido foi encontrado são e salvo

Menor desaparecido foi encontrado são e salvo

2 de maio de 2014 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

O menor que estava desaparecido desde esta última quinta-feira (1 de maio), Paulo Nelson, 10 anos de idade, foi encontrado com vida e bem nesta manhã de sexta (02).

A mãe de Paulo, Nadia Prado Paulo Lourenço, estava desesperada à procura do filho, contou que o garoto saiu do colégio na quarta-feira e foi para a casa de um amigo fazer um trabalho escolar sem a permissão da mesma, onde ao encontra-lo na casa do colega no Setor Dom Abel, o levou para casa (localizada no bairro Colméia Park) por volta das 13h e saiu para comprar comida, porém quando retornou o garoto não se encontrava em casa e desde então estava desaparecido.

O garoto fugiu para casa de uma pastora e lá se encontrava desde às 17h do dia 01 de maio (quinta-feira). A mesma será encaminhada até a delegacia para esclarecer por que não se comunicou com os pais da criança anteriormente, sabendo que os mesmos se encontravam desesperados com o sumiço do filho.

Nayara Borges – Site PaNoRaMa

NOTA DE ESCLARECIMENTO (Cpmg Unidade Nestório Ribeiro Jataí-go)

No dia 01.05.14 o pai do aluno P. N. deixou seu filho na porta do colégio para fazer um trabalho de cidadania, por iniciativa dos próprios alunos. Ficou combinado que quando este terminasse, iria ligar para a mãe ir buscá-lo. Mas, ele não ligou… saiu do colégio e foi para casa de um amigo sem a permissão da mãe, todavia ela saiu a sua procura e o encontrou na casa de um amigo no St. Dom Abel, e o levou para casa. Sua mãe o deixara entrando dentro de sua residência, por volta das 13:00h, no Colméia Park, para ir comprar comida. Quando a mãe retornou minutos depois com o almoço, ele não estava em casa…havia fugido.

A Comandante e diretora do colégio, CAP SELMA, acompanhou a ocorrência policial na delegacia, e soube pelo aluno e pela mulher que o acolhera, que o mesmo chegara em sua casa por volta das 17h, dizendo que seus pais tinham deixado ele brincar lá, que ao passar do tempo, com o pedido do garoto para dormir em sua casa, a mulher ligou para o telefone da mãe do P.N. e ele simulou que estava conversando com a genitora e que esta tinha lhe autorizado a pernoitar naquela residência. Hoje pela manhã, a senhora estava ouvindo o rádio quando ouviu do desaparecimento do garoto e informou que ele estava em sua casa.

É lamentável o que aconteceu…muitas mentiras…
É lamentável a forma que a mãe expôs o Colégio no facebook… ficou parecendo que o aluno tinha desaparecido da porta da escola e que esta tinha responsabilidade no desaparecimento. Estamos cientes de que a família estava apavorada com o desaparecimento, mas tivemos a infelicidade de ouvir de parente do menor que se este não aparecesse, iria na mídia dizer que o garoto tinha desaparecido porque foi fazer trabalho na escola…

Pensem no que teria acontecido, se o garoto tivesse sido encontrado morto…seríamos crucificados!

PENSEM BEM ANTES DE PUBLICAR E DIZER COISAS QUE LEVEM A ENTENDER MAL E DENEGRIR A IMAGEM DE ALGUÉM OU DE ALGUMA INSTITUIÇÃO…ISSO CABE PROCESSO, MAS NÃO É O CASO, O COLÉGIO SE COMPADECE COM A FAMÍLIA DOS FATOS LAMENTÁVEIS E ESPERA TER COLABORADO COM A FAMÍLIA NO ENCONTRO DA CRIANÇA E PRETENDE ACOMPANHAR O ALUNO COM UMA MAIOR PRESTEZA, AFINAL ELE TEM PROBLEMAS PSIQUIÁTRICOS E NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE ELE FOGE DE CASA.