Cultivares de soja para o Cerrado são destaque na Tecnoshow

Sem categoria

Além de lançar cinco novas cultivares de soja com a tecnologia Intacta RR2 PRO, durante a Tecnoshow Comigo, realizada de 13 a 17 de abril, em Rio Verde (GO), a Embrapa irá apresentar as características agronômicas das principais cultivares de soja para a região Central do Brasil. Serão demonstradas as variedades transgênicas BRS 359RR, BRSGO 6959 RR e BRS 1001IPRO e as convencionais BRS 284, BRS 283 e BRS 317.

Indicada para Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, a BRS 1001IPRO tem as características da tecnologia Intacta RR2 PRO, associada à base genética da BRS 284, campeã de produtividade para as regiões indicadas. Também apresenta elevada estabilidade frente às adversidades ambientais. De acordo com o pesquisador Geraldo Estevam Carneiro, da Embrapa Soja (Londrina, PR), a rede de experimentação da parceria entre a Embrapa e a Fundação Meridional verificou uma produtividade média de 64 sacas por hectare da BRS 1001IPRO, superando os melhores padrões. “A cultivar apresenta rendimento expressivo mesmo em solos de fertilidade mediana”, diz. “Também é um atrativo o fato de o material ter ciclo precoce e favorecer o cultivo do milho safrinha”, enfatiza.

A BRS 359RR é uma soja transgênica precoce, com tolerância ao glifosato. Aliada à semeadura antecipada, favorece a safrinha de milho na melhor época. Também possui crescimento indeterminado e alto potencial produtivo, mesmo em áreas com altitudes acima de 600 metros. A cultivar tem boa sanidade e é indicada para Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, especificamente oeste, norte e noroeste do Paraná, centro-sul e oeste de São Paulo, sul, centro-sul, sudeste e centro-oeste de Mato Grosso do Sul, sudoeste e sudeste de Goiás e as regiões do Triângulo e Alto Paranaíba, em Minas Gerais.

Também é uma cultivar competitiva em produtividade, além de ter um pacote sanitário muito bom, sendo resistente às principais doenças. “É relativamente tolerante ao acamamento e pode ser cultivada em altitudes mais elevadas, respeitando a densidade de semeadura para cada região de indicação”, explica Arnold Barbosa, da Embrapa Soja.

Outro destaque da Embrapa é a cultivar de soja BRSGO 6959 RR, transgênica e superprecoce, o que favorece a segunda safra de outras culturas. Segundo o gerente de pesquisa e produção do Centro Tecnológico para Pesquisas Agropecuárias (CTPA), José Nunes, a BRSGO 6959 RR apresenta bom potencial produtivo e tipo de crescimento determinado. É recomendada para Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás.

Os produtores que pretendem utilizar semente convencional têm a BRS 284 e a BRS 283 como excelentes opções. As cultivares apresentam ótimo potencial produtivo em áreas com presença do nematoide de galhas Meloidogyne javanica. Por terem ciclo precoce, são utilizadas como opção para produtores que fazem a segunda safra de milho. Além disso, possuem boa sanidade e são indicadas para Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Goiás.

Por fim, a cultivar de soja convencional BRS 317 apresenta excelente potencial produtivo, principalmente nas regiões abaixo de 700 metros, e também em áreas com presença do nematoide de galha Meloidogyne incognita. A cultivar é indicada para Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais.

Fonte: Tecnoshow Comigo / Foto: Site Panorama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.