Copa 2014: Tenente Marcelo fala sobre operação copa segura

Copa 2014: Tenente Marcelo fala sobre operação copa segura

30 de junho de 2014 1 Por Redação Portal PaNoRaMa

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

Está sendo realizada pela polícia em Jataí após os jogos da seleção brasileira, a Operação Copa com Segurança.

A operação trata de visar à segurança tanto da comunidade que participa das carreatas comemorando a vitória da seleção, quanto dos comerciantes e da população em geral que trafega em veículos nas vias, a fim de que os mesmos respeitem o trânsito e estejam de acordo com as normas vigentes no Código de Trânsito Brasileiro.

Em entrevista a nossa equipe, o Tenente Marcelo explicou que muitas vezes durante a comemoração, há casos de extrapolação entre as pessoas da comunidade que ingerem bebidas alcoólicas, carregam crianças no banco da frente e na carroceria de veículos, sem perceber o risco que estão correndo ou causando a si mesmo e aos demais.

Devido a isso, o mesmo destaca que a operação é realizada não para proibir a comemoração, mas para ocorrer uma comemoração com segurança, organizando o trânsito, orientando as pessoas a fim de evitar acidentes, protegendo o sossego alheio e coibir atos de vandalismos.

Segundo o tenente, nos próximos jogos da seleção brasileira a operação continuará sendo realizada, o mesmo ainda ressalta que quem estiver legalmente, de acordo e em dias com as condições de trânsito, participará da comemoração tranquilamente. Já quem estiver irregular, dirigindo embriagado, conduzindo crianças no banco da frente, utilizando bombinhas e artefatos explosivos, carregando pessoas nas carrocerias dos veículos, com som alto em portas de casas ou parados em lugares indevidos serão devidamente punidos de acordo com as normas vigentes de trânsito.

“A mensagem que deixamos para os torcedores é que conforme o título “Operação Copa Segura”, todos nós queremos e temos que festejar, portanto a polícia militar não é contra o festejo e a confraternização, muito pelo contrário, somos a favor, tanto que estamos fazendo este policiamento para gerar segurança e que as pessoas possam festejar com bem-estar, compactuando e compartilhando a festividade. O que nós não queremos é que as pessoas causem transtornos a outras pessoas, que elas respeitem o direito alheio, não parando na porta de residências e garagens, para que todos festejem de forma legal e não de forma ilícita e ilegal”, destaca Tenente Marcelo.

De acordo com o tenente, neste sábado (28) durante a operação, foram feitas 36 notificações, 15 veículos apreendidos (sendo motos e carros), 1 flagrante por direção perigosa e embriaguez (a qual foi paga uma fiança de R$ 900,00) e 1 CNH apreendida.

Nayara Borges / Fotos: Alex Alves – Site PaNoRaMa