Conheça alguns alimentos vilões da saúde para qualquer pessoa

Saúde e Bem Estar

Muitas vezes, na correria do dia a dia, acabamos comendo qualquer coisa, ou pelo menos, o que for feito de forma mais rápida e por isso, a ingestão de alimentos industrializados ricos em gorduras, sódio e açucares refinados torna-se cada vez maior.

NUMBERS-300x250

Um exemplo disso são os nuggets, preparados com carnes processadas e que contêm muito conservante e alto teor de gordura. Por isso, sempre que possível, substitua-os por peito de frango empanado caseiro. Já o refrigerante não possui nenhum benefício para a saúde. Muito pelo contrário, são bebidas com alto teor de sacarose, sódio e muitos corantes. Inclusive, aquelas versões light e zero possuem adoçantes que não são indicados para crianças.

Outra tentação, principalmente para crianças, são os biscoitos recheados. Entretanto, os pais devem saber que estes são alimentos que não agregam nenhum valor nutricional significativo à alimentação. Muito pelo contrário, já que são ricos em gordura saturada, gordura trans, corantes e muita açúcar. Para se ter uma noção, um pacote de biscoito recheado apresenta 30 gramas de gordura e 50g de açúcar, o equivalente a 8 pães franceses.

Ou seja, o grande problema de uma dieta rica em alimentos industrializados como estes, principalmente quando se diz respeito à alimentação de crianças, é o fato do elevado consumo que existe. Dessa forma, há uma ingestão crescente em alimentos riquíssimos em sódio, gorduras e açucares refinados, que são prejudiciais quando consumidos rotineiramente. O problema do sódio, por exemplo, é que muitas vezes a quantidade consumida em alimentos industrializados por dia, ultrapassa os limites de consumo aceitáveis para um dia inteiro.

Os nutricionistas alertam ainda sobre a questão dos sucos de caixinha, que possuem muito mais açúcar em sua composição do que o alimento ou nutriente natural e infelizmente, afirmam que estes produtos ainda são oferecidos demasiadamente às crianças, por exemplo.

Dessa forma, todo este desiquilíbrio na alimentação, acarreta diversos problemas sérios de saúde, como obesidade infantil, no caso de crianças, doenças crônicas como diabetes, hipertensão e dislipidemias. De acordo com especialistas, muitas dessas doenças até certo tempo atrás eram encontradas com muito mais frequência apenas em adultos e hoje, existe um número cada vez maior de crianças com estes problemas.

O correto, portanto, é saber dosar a quantidade e qualidade dos alimentos ingeridos e, no caso de crianças, estimular a curiosidade por novos sabores e cheiros encontrados em alimentos naturais, como frutas e verduras.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.