Automóvel Top Geral

Carros seminovos têm aumento superior a modelos 0 km em novembro

Foto: Eduardo Knapp/Folhapress
Para chegar a estes dados, a empresa analisou 18.804 versões de veículos à venda no mercado, considerando todas as marcas e categorias, de 2010 até os 0 km atuais.

O mercado de carros seminovos e usados teve um reajuste de preço maior que o dos modelos 0 km no mês de novembro, de acordo com um levantamento feito pela KBB Brasil. O fenômeno ocorreu com modelos com até 10 anos de idade. Para chegar a estes dados, a empresa analisou 18.804 versões de veículos à venda no mercado, considerando todas as marcas e categorias, de 2010 até os 0 km atuais.

O preço médio de modelos seminovos – com até 3 anos de uso – teve um acréscimo médio de 0,98% em novembro. Deste grupo, os ano modelo 2020 alcançaram um aumento de 1,57% no período – os que mais subiram. Os ano modelo 2019 subiram 1,19%, enquanto que os ano modelo 2018 e 2017 tiveram acréscimo médio de 0,95% e 0,59%, respectivamente.

Este aumento vem corroborando o momento aquecido deste segmento, superando os números de novembro de 2019, com alta de 15,9%, segundo a Fenauto – que também afirmou que o fenômeno que já tinha ocorrido em outubro.

Modelos 2016 a 2010 também tiveram aumento de 0,70% em média. Os maiores foram de modelos 2014 e 2013, com 1,09% e 1,10% respectivamente. Além destas altas, os carros 2016 (0,37%), 2015 (0,46%), 2012 (0,65%), 2011 (0,69%) e 2010 (0,53%) também subiram.

Já os carros 0 km subiram em média 0,41% em novembro, enquanto no ano passado teve variação negativa, de -0,27%. O maior aumento foi para modelo 2020, com 0,46%. 2021, 2019 e 2018 também tiveram alta de 0,25%, 0,56% e 0,31%, na ordem.

Fomte: UOl
Foto Capa: Eduardo Knapp/Folhapress
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

Nágila Nathália

Secretária do Portal PaNoRaMa.
20 anos. Mãe. Casada.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as principais notícias do dia

Abrir conversa
Precisa de ajuda?