Carreata Guerra Contra o Crime! Pela Segurança e pelo Direito à Vida

Notícias Top Geral
“a população está sofrendo há muito tempo com esta onde crítica de assaltos”, Eroni Toledo. - Foto: Adriana Vilela
“a população está sofrendo há muito tempo com esta onde crítica de assaltos”, Eroni Toledo. – Foto: Adriana Vilela

Nesta segunda-feira (19), Jataí amanheceu diferente, diversos comércios em vários setores da cidade fecharam suas portas e foram para as ruas em um movimento denominado “GERRA CONTRA O CRIME”.

Por volta das 9hrs da manhã, centenas de veículos saíram da Praça da Igreja Catedral em carreata pelas principais vias da cidade com destino a diversos locais como o Palácio das Abelhas, sede do poder Legislativo Municipal, 15 º Batalhão de Polícia Militar, também chamado de “Batalhão Vale do Rio Claro”, Delegacia Regional de Polícia Civil e finalizou no Centro Administrativo, sede do poder Executivo Municipal.

De acordo com um dos empresários que teve a iniciativa desta carreata, divulgada principalmente via redes sociais e whatsapp e que não quis ser identificado, “inúmeros comerciantes aderiram e ajudaram a fazer com que este movimento acontecesse. É um movimento pacífico e não queremos de forma alguma denegrir a imagem do prefeito. Queremos, desde já, parabenizar a Polícia Militar, Civil e Federal, todas as forças que têm feito muito pelo pouco que possuem”. Dessa forma, o empresário afirma que o movimento tem como objetivo mais segurança e paz e questiona a falta de viaturas espalhadas pela cidade, visto que até antes das eleições, o patrulhamento era muito maior. Por isso, em ofício que foi entregue ao prefeito, os empresários, de forma geral, argumentam que o mesmo deve cobrar do governo estadual uma vinda de quarenta ou cinquenta policiais para o município de Jataí, como uma das principais medidas que devem ser tomadas a curto prazo.

Tenente Marcelo, “a Polícia Militar, por meio do 15º Batalhão, agradece essa carreata de paz, a qual é um movimento que comove toda a sociedade jataiense”. Foto: Adriana Vilela
Tenente Marcelo, “a Polícia Militar, por meio do 15º Batalhão, agradece essa carreata de paz, a qual é um movimento que comove toda a sociedade jataiense”. Foto: Adriana Vilela

Já para o empresário Eroni Toledo, dono de uma rede de postos de combustíveis na cidade, “a população está sofrendo há muito tempo com esta onde crítica de assaltos”. Por isso, segundo ele, a carreata é uma forma de chamar a atenção das autoridades, já que o problema da segurança pública vem atingindo a todos, inclusive dentro de suas próprias casas. Para Eroni, a solução a longo prazo seria a mudança da legislação, que é muito deficiente em relação às medidas tomadas contra a violência, assim como medidas emergenciais para acolher os menores infratores e ampliação do presídio. Ainda de acordo com o empresário, somente em um mês do ano passado, suas empresas foram vítimas de assaltos quinze vezes e no ano todo, foram assaltadas em um total de vinte e cinco vezes, o que para ele “desestimula tanto os empresários, quanto o trabalho dos funcionários”. Inclusive, uma das medidas tomadas por ele foi sobre o horário de funcionamento, visto que até certo tempo atrás funcionavam 24 horas por dia, depois passaram a funcionar até a meia noite e agora estão fechando às vinte e uma horas.

Na primeira parada organizada pelos comerciantes e empresários, os mesmos foram recepcionados por um grupo de parlamentares e a eles foi entregue um documento contendo as reivindicações feitas a fim de melhorar a segurança publica do município. Em sequência, a carreata “GERRA CONTRA O CRIME”, seguiu até o Batalhão da Polícia Militar e Delegacia Regional da Polícia Civil onde os manifestantes fizeram uma parada para aplaudir os policiais militares e civis, além dos seus comandantes e delegados, pelo brilhante serviço que vem sendo desenvolvido, de acordo com os líderes do movimento.

Segundo o delegado Dr. André Fernandes, a manifestação é uma forma de demonstrar preocupação que todos estão com a segurança, por isso é totalmente válida. Foto: Alex Alves
Segundo o delegado Dr. André Fernandes, a manifestação é uma forma de demonstrar preocupação que todos estão com a segurança, por isso é totalmente válida. Foto: Alex Alves

Para o Tenente Marcelo, “a Polícia Militar, por meio do 15º Batalhão, agradece essa carreata de paz, a qual é um movimento que comove toda a sociedade jataiense”. Sobre a falta de efetivo, um dos pontos que os manifestantes estão cobrando do governo, o Tenente afirmou que o 15º Batalhão recebeu 80 policiais, entretanto, os mesmos foram distribuídos entre as oito cidades que compõe a área de atuação deste batalhão, ficando assim, cada uma delas com pouco efetivo.

Segundo o delegado Dr. André Fernandes, a manifestação é uma forma de demonstrar preocupação que todos estão com a segurança, por isso é totalmente válida. Além disso, ele agradeceu as palmas recebidas durante a parada na porta da Delegacia Regional da Polícia Civil, como uma forma de reconhecimento do trabalho e esforço que a polícia vem fazendo em prol da segurança pública.

 A carreata chegou ao fim no Centro Administrativo onde, representando o Prefeito Humberto Machado, o Secretário Geral de Governo Nelson Antônio da Silva, recebeu os manifestantes e suas reinvindicações. Na oportunidade, o secretário destacou o trabalho que já foi desenvolvido pelo município para ajudar as polícias Civil e Militar. Por outro lado, os manifestantes pediram mais empenho da classe política com a intenção de somar forças e buscar junto ao governo estadual e federal mais recursos visando melhorar a segurança pública local e diminuir os índices de violência.

Rosana de Carvalho / Vânia Santana
Fotos: Alex Alves / Adriana Vilela
Jornalismo Portal Panorama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.