1. Pesquise
    É essencial saber o que você pretende comprar. Tenha em mente modelo, versão pretendida e quais os equipamentos de série. Conheça a média de preços do mercado antes de abrir negociação, só assim você poderá identificar potenciais bons negócios.
  2. Situação legal
    É bom saber o histórico do carro e sua regularidade: ver se a documentação está em dia (IPVA), se há multas, qual a quantidade de proprietários, entre outras informações antes de fechar o negócio. Diante de pendências, negociar a regularização.
  3. Quilometragem
    Cheque a quilometragem do carro escolhido, pois isso impacta no valor do patrimônio e na necessidade de manutenção. Se a quilometragem estiver na média (ano do carro x km) você provavelmente não precisará se preocupar tão cedo.
  4. Avaliação estática
    Importante estar atento à parte visual do veículo. Por exemplo: ondulações, diferença de tom na pintura e variação em frestas (capô, portas e porta-malas) podem indicar que o veículo tenha passado por algum tipo de reparo.
  5. Parte elétrica e eletrônica
    Dê a partida: o carro deve pegar de primeira. Importante que todas as luzes estejam funcionando e sem oscilação; teste ar-condicionado, multimídia, vidros, travas e retrovisores elétricos, etc.
  6. Test drive
    Se possível, solicite ao vendedor para dar uma volta no veículo. Ao dirigir você verá se o carro lhe agrada e se ele não apresenta nenhuma dificuldade de funcionamento.
  7. Aval profissional
    Mesmo que você não constate problemas, é recomendável ouvir o seu mecânico de confiança. Mecânicos experientes detectam outros sintomas mais sutis apenas ouvindo o funcionamento do motor, por exemplo.
  8. Cote
    Quando definir o veículo que irá comprar é importante solicitar ao lojista uma simulação de seguro para ficar protegido de algum imprevisto.
  9. Precauções
    Antes de visitar uma loja para a compra do carro, faça uma pesquisa online para comparação de modelos e preços.
  10. Sem adiantamento
    Lembre-se: se for financiar, escolha uma revenda de carros parceira de alguma instituição financeira. Nunca, em hipótese alguma, pague adiantado E também não pague nenhum tipo de taxa antecipada para aprovação de crédito.

Fonte: Revista Auto Esporte
Jornalismo Portal Panorama

40Shares

Deixe uma resposta

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui