Cansados da falta de energia nas propriedades, produtores rurais fazem protesto em frente à Celg de Jataí

Notícias Top Geral

Os produtores rurais do município de Jataí vêm sofrendo constantemente com a falta de energia elétrica em suas propriedades. Mesmo com inúmeras reclamações junto à Celg, o serviço prestado pela empresa tem sido bastante criticado por todos. Além disso, a falta de energia elétrica abrange regiões inteiras por diversos dias e este problema está se tornando recorrente, ou seja, vários períodos sem eletricidade.

Em contato com a equipe da redação do site Panorama na sexta feira (13), Pablo Lerrander Rodrigues Trindade, morador do Assentamento Rio Claro, fez uma reclamação da falta de energia constante no local. Na ocasião do contato, os moradores estavam desde terça feira (10) sem energia elétrica, inclusive sem água para tomar banho, já que a mesma vem de um poço com funcionamento por uma bomba elétrica. A luz só teria voltado no dia em que o morador entrou em contato com o site, ou seja, na sexta feira. Ele afirmou ainda que o problema da falta de eletricidade está se tornando comum e basta chover para a luz acabar.

Além da falta constante de energia, Pablo e os demais produtores rurais têm reclamado também da qualidade de atendimento prestado pela Celg, já que ao entrar em contato com a empresa, a sua resposta é que mandará uma equipe de atendimento para sanar o problema. Porém, sem um prazo definido, a espera pela solução agrava ainda mais a situação enfrentada nas propriedades, com perdas imensuráveis de leite, carne, verduras, frangos e outros produtos que precisam de refrigeração, além de eletrodomésticos queimados.

Por conta de tudo isso, na tarde desta terça feira (17), ocorreu uma manifestação em frente à Celg em Jataí. Muitos produtores rurais foram ao local para se manifestar contra o serviço prestado pela empresa, demonstrando toda indignação por conta do prejuízo gerado. Muitos inclusive, levaram produtos que perderam por causa da falta de energia, como o leite e outros levaram também pintinhos, representando a grande quantidade de animais mortos por causa do descaso da Celg. Estiveram presentes fazendeiros das regiões do Sobrado, Formiga, Felicidade, São Domingo, Santa Bárbara, Picada, Pombal, Doradinho, São José, Campo Redondo, Cacete Armado, Onça, Ariranha, Ponte do Gerva e algumas outras.

Logo após o protesto, os produtores participaram de uma reunião com representantes da Celg no seu depósito e falaram sobre o descaso e falta de respeito da empresa com os consumidores. Reclamaram também do atendimento telefônico prestado, da falta de equipes para realizar serviços nas fazendas e da falta de manutenção nas redes elétricas. Até o momento de fechamento desta matéria, a Celg ainda não havia se posicionado sobre o ocorrido e nem respondido aos questionamentos.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa / Foto: Grupo Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.